VeraS

Janeiro 19 2006

Gostava de fazer um poema de amor,
cheio de paixão, de amar intensamente
de beijos molhados e longos
de ternuras e carícias ,
de sentir o teu peito de seda e mel
de sentir o teu gosto, o teu cheiro,
e dizer é tão bom amar, estar apaixonado,gostava de amar ...
amai muito, sem limites, com loucura
a vida pregou-me uma partida, ouvi o que vos digo,
amar é melhor e o único que realmente ainda vale
amar é VIVER
gostava tanto de amar,
pois é, eu já só sofro, só tenho dor, louco de tanta dor
tanta coisa que nem a mim conto, sou fraco...
mas gostava de amar, outra vez,
nem que...
nem que...
tivesse de sofrer, aquilo que eu já sofri novamente ,
louco de amar, louco por tanto sofrer
louco de dor, louco por estar sempre só
louco por perder o pudor de mim proprío de nada me importar.
Gostava de amar outra vez ...
Vou contar-vos um segredo ... talvez o maior segredo desta vida,
O amar é a melhor maneira de viver.
Gostava de amar


(Este poema não é de minha autoria, é um poema que possuo nos meus arquivos e do qual gosto imenso!! O seu autor que me desculpe não colocar o seu nome aqui.)
publicado por veras às 15:54

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Olá!!!! Por aqui poderão encontrar um pouco de mim e do que me vai na alma!! Espero que gostem e VOLTEM!!! Obrigada!!!!!
mais sobre mim
Janeiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO